Feijoada Beneficente no Bar Brahma garante a doação de 3 cadeiras de rodas


Evento realizado no bar mais famoso da capital, teve boa comida, música ao vivo, dança e muita emoção de todos que ajudaram a FBT a comprar as cadeiras de rodas adaptadas.

A ONG Fazer o Bem Transforma (FBT) garantiu a doação de três cadeiras rodas adaptadas com a realização de mais uma Feijoada Beneficente no Bar Brahma, no dia 16 de junho, em São Paulo. Sob a organização da colaboradora Marlene Cunha e o apoio do Bar Brahma, que cedeu o espaço, sua equipe e arcou com a maior parte dos custos da feijoada, cerca de cem pessoas participaram do evento.














Para completar a festa, o Grupo Kazuê trouxe samba e pagode de qualidade e nos intervalos o DJ Serginho manteve a animação. Um grupo de personal dancers colocou muita gente dançar.

Os recursos arrecadados com a venda dos ingressos serão destinados às cadeiras de rodas adaptadas de Vinicius Caires, Matheus Paiva e Letícia Santos. Embora a meta fosse a aquisição de quatro cadeiras, Julia Santana, a quarta criança da lista, não ficou sem cadeira.


Julia e sua família, que fizeram questão de comprar o convite e comparecer à feijoada, se emocionaram ao saber que um dos convidados doaria o equipamento. Comovido com a situação da menina, o assíduo colaborador Carlos Magalhães se propôs a doar a cadeira.


Foi a presidente da ONG FBT, Cristina Faviere, que anunciou a conquista da quarta cadeira. “Não batemos a nossa meta, mas eu sabia que Deus iria prover, porque onde a FBT está, Deus está presente. A Júlia e a família se esforçaram para estar aqui e o nosso amigo Carlos Magalhães e os amigos dele vão doar a cadeira”, disse. Em meio aos muitos aplausos, Júlia chorou de alegria. “Vir aqui e doar uma vez é fácil, difícil é dar continuidade. Dificuldades, todos nós temos, mas o importante é não parar. Toda a ajuda é bem-vinda”, disse Magalhães.

Cristina Faviere, Carlos Magalhães e Idalmo Pinheiro

Durante a feijoada, surgiu outro doador. “Alguém veio aqui no meu ouvido e disse que nenhuma criança ficaria sem cadeira. Este alguém é Wilton Pinto, que juntamente com a Sofia, sua esposa, está sempre ao lado da FBT”, disse Cristina. Ela informou que a doação do casal seria direcionada às crianças que estão na lista de espera por uma cadeira de rodas adaptada. “Não tem como não se comover com as histórias de vida dessas crianças, que têm dificuldade de locomoção. Algumas até foram abandonadas pelo pai e são criadas pelas mães, avós ou tios. Enquanto pudermos, continuaremos doando”, disse Wilton.

Wilton Pinto e Sofia

O prazer de ajudar é também o que motiva Marlene Cunha, que já organizou duas feijoadas beneficentes para a FBT no Bar Brahma. “Agradeço a Deus a oportunidade e às pessoas que entenderam o propósito do evento e compraram o convite. Feliz daquele que pode ajudar. Sinto-me privilegiada por isso”, disse. No palco, a presidente da ONG agradeceu a importante colaboração de Marlene e de todos que ajudaram na realização, incluindo os proprietários do Bar Brahma e a sua equipe, além dos convidados.


Marlene e Dançarinos

“Fico muito emocionada ao ver tanta gente aqui reunida em prol de causa, num momento em que o país atravessa uma crise e as ONGs estão desacreditadas. Graças a Deus, a FBT tem muita credibilidade”, disse. Desde 2015, a FBT já doou mais de 200 cadeiras de rodas adaptadas, segundo Cristina. Ela admite que a luta é difícil, mas que conta com a ajuda de colaboradores. “Às vezes, alguns deixam de colaborar, mas sempre chega gente nova para aumentar a corrente do bem”, disse.


Mais sobre a FBT

A FBT promove a doação de cadeiras de rodas simples e adaptadas a pessoas carentes com deficiência física ou mobilidade reduzida, especialmente crianças com paralisia cerebral. A ONG não conta com patrocínios ou mantenedores e por isso promove ações para captar recursos e comprar as cadeiras de rodas. Dentre as ações, destacam-se a coleta e venda de lacres de alumínio e de tampinhas plásticas, bazares, rifas e almoços beneficentes, como a feijoada no Bar Brahma. Criada em 2011, a FBT se tornou organização não governamental (ONG) em 2017. Em sua trajetória já doou centenas de cadeiras de rodas de simples e mais 200 cadeiras de rodas adaptadas. Em parceria com um ateliê, a ONG também oferece perucas para mulheres em tratamento contra o câncer.



Fonte: FBT | Texto: Márcia Alves | Fotos: Carlos Candido

#FBT #BarBrahma #feijoadabeneficente #MarleneCunha #CristinaFaviere #MárciaAlves #CarlosCandido #CarlosMagalhães

Posts Em Destaque
Posts Recentes