Dona Miriam juntou lacres e tampinhas para comprar cadeiras de rodas


Miriam Vilar

A ONG Fazer o Bem Transforma (FBT) recebeu, em janeiro, um lote de tampinhas plásticas e lacres de alumínio doados por dona Miriam Pedrosa Vilar, moradora da Penha, bairro da zona leste da capital. Ambos os materiais serão vendidos e terão a renda revertida para a aquisição de cadeiras de rodas simples.


Para cada cadeira são necessários 80 quilos de lacres de alumínio, equivalentes a 140 garrafas pets, ou cerca de 200 quilos de tampinhas plásticas (separadas por cor).


Faz anos que a dona Miriam se dedica a juntar lacres e tampinhas, com a ajuda de parentes e amigos, para colaborar com a compra de cadeiras de rodas. A princípio, ela entregava o material recolhido para uma igreja, em Itaquera. Entretanto, a igreja já não estava mais recebendo. Foi então que ela encontrou a FBT na internet.


Na época, passou a destinar os lacres e tampinhas para o posto de coleta em São Bernardo do Campo, onde sua filha reside. Mais recentemente, soube que a FBT também contava com postos de coleta na zona leste. Devido à grande quantidade, a FBT solicitou a ajuda de um colaborador para retirar o material na residência da dona Miriam. Antes, porém, ela recebeu instruções da ONG para separar as tampinhas plásticas por cor.


“Fico muito feliz em juntar as tampinhas e os lacres para ajudar quem precisa de cadeira de rodas. Conto com a ajuda de muitas pessoas, que trazem o material. Eu vi na TV que esses locais que recebem os lacres e as tampinhas, como é o caso da FBT, fazem um trabalho sério, comprando cadeiras de rodas para quem não pode pagar”, disse.


Texto: Márcia Alves



#lacres #tampinhas #MiriamVilar #FBT

Posts Em Destaque
Posts Recentes