Gincana do Colégio Etapa arrecada lacres para a FBT

Competição engajou 400 alunos do Ensino Fundamental no objetivo de juntar lacres para trocar por cadeiras de rodas


Graças à solidariedade de 400 alunos do Ensino Fundamental do Colégio Etapa, da Vila Mariana, a ONG Fazer o bem Transforma (FBT) poderá comprar uma ou mais cadeiras de rodas para beneficiar pessoas carentes. Os alunos doaram para a FBT lacres de alumínio, acondicionados em caixas plásticas, que somaram o volume de aproximadamente 300 litros. Todo o material foi juntado durante uma gincana promovida pelo colégio, em setembro. A entrega dos lacres foi realizada no dia 9 de outubro, durante evento com a participação de alunos e professores, além da presença da presidente da FBT, Cristina Faviere.


Cristina Faviere

De acordo com Silvia Longo Ganassim, do Departamento de Atividades Culturais do Colégio Etapa, a gincana, que sempre é realizada com o Ensino Médio, neste ano envolveu pela primeira vez os alunos do Ensino Fundamental, da 7ª e 8ª séries, e com um objetivo social. “Não queríamos apenas que eles se divertissem, mas também que se engajassem em alguma ação social”, diz. Ela conta que ficou surpresa com a mobilização dos alunos. “Compramos dois aquários de 19 litros, pensando que não encheríamos nem a metade. Mas, todos os dias chegavam mais lacres e tivemos de comprar mais caixas plásticas”, diz.


P

ara juntar a quantidade recorde de lacres, os alunos mobilizaram amigos, parentes, vizinhos e até restaurantes da região. “Cada série queria trazer mais lacres que a outra, virou uma competição”. No final, segundo Silvia, venceu a 8ª série. “Mais importante do que ganhar a disputa foi a oportunidade de ajudar. Com a colaboração de todos, conseguimos chegar ao objetivo da cadeira de rodas”, diz.


Silvia, que já tinha ouvido falar do trabalho realizado pela FBT, encontrou no site da ONG o contato. No dia da entrega dos lacres, ela relata que os alunos ficaram felizes quando Cristina Faviere confirmou que tinham atingido o objetivo da cadeira de rodas. Mas, mesmo com o fim da gincana, os alunos continuam trazendo lacres. “Agora, eles querem ajudar a comprar mais uma ou duas cadeiras de rodas”, diz.


Texto: Márcia Alves



#Etapa #CristinaFaviere #FBT

Posts Em Destaque
Posts Recentes